Divisão de Engenharia Civil Ano: 2017

(Turma 2017, TGs 2017)

Avaliação da capacidade de acomodação de voos comerciais na pista auxiliar do Aeroporto de São Paulo/Congonhas (pdf 2,4 MB)

Autor: Diogo Godoi de Carvalho Ramos

Orientador(es): Carlos Müller e McWilliam de Oliveira

Relator(es): Giovanna Miceli Ronzani Borille

Ano: 2016

Resumo:

A crise econômico-financeira que o Brasil enfrenta desde 2014 mostra certas consequências no quadro da aviação nacional. No entanto, o Aeroporto de Congonhas tem se mostrado resiliente nesse cenário de crise, sendo sempre um aeroporto de expressiva importância para o país. Nesse sentido, a busca pela melhor utilização da capacidade instalada desse aeródromo sempre suscitou discussões entre o Governo Federal e as companhias aéreas que lá operam. Dentro do campo de discussões, levantou-se a hipótese de abertura da pista auxiliar de Congonhas com voos comerciais por aeronaves capazes de operar nessa pista. Dentro do quadro de previsão de demanda da Azul, a empresa aérea poderia ser beneficiada com a operação da sua frota de ATR nessa pista. Assim sendo, buscou-se avaliar a capacidade do aeroporto em acomodar aeronaves ATR na pista auxiliar do Aeroporto de Congonhas, de modo a não alterar bruscamente o cronograma de operação da pista principal. A fim de se realizar a avaliação, buscou-se identificar precisamente as regras de operação atuantes no aeroporto, bem como a caracterização física e o perfil atual da demanda. De posse de um cenário base epresentativo do que acontece na pista principal do aeroporto, buscou-se realizar uma simulação desse cronograma no software RAMS. Após verificada a aderência da simulação ao cronograma real sob um conjunto de hipóteses simplificadoras, passou-se introduzir aeronaves ATR na pista auxiliar sob dois cenários básicos: o primeiro supondo uma rampa de aproximação de 3 e o segundo supondo uma rampa de aproximação de 5. A análise se resumiu apenas às cabeceiras 17R e 17L, que são as mais utilizadas. Com base nas simulações, o aeródromo apresenta uma capacidade de acomodar até 7 aeronaves ATR, não apresentando nenhum ganho significativo pela mudança de inclinação de 3 para 5 na rampa de aproximação.

Abstract:

The economic and financial crisis facing Brazil since 2014 shows certain consequences in the context of national aviation. However, the Congonhas Airport has been resilient in this scenario of crisis always being an airport of significant importance for the country. In this sense, the search for the best use of the installed capacity of this aerodrome always provoked discussions among the Federal Government and the airlines operating there. Within this field of discussions, it was raised the hypothesis of opening the auxiliary runway to commercial flights with aircraft capable of operating m this runway. Within Azul's demand forecast, the airline could benefit from the operation of its ATR f1eet on that runway. Therefore, the objective was to evaluate the airport's ability to accommodate ATR aircraft on the auxiliary runway at Congonhas Airport without abruptly change the main runway's operating schedule. In order to carry out the evaluation, it was identified precisely the operating rules at the airport, as well as the phys1cal characterization and the current profile of the demand. With a base scenario representative of what happens in the main runway of the airport, a simulation of this schedule was carried out in RAMS software. After verifying the adherence of the simulation to the actual schedule under a set of simplifying hypotheses, ATR aircraft were introduced in the auxiliary runway under two basic scenarios: the first assuming a 3 approach track flight and the second assuming an approach of 5. The analysis was summarized only to thresholds 17R and 17L, which are the most used nowadays. Based on the simulations, the aerodrome has a capacity to accommodate up to 7 ATR aircraft, with no significant gain from the 3 to 5 slope change on the approach ramp.