Divisão de Engenharia Civil Ano: 2015

(Turma 2015, TGs 2015)

Estudo da variabilidade dos custos com combustível das duas maiores companhias aéreas brasileiras (pdf 563 kB)

Autor: José Leônidas de Menezes Cristino Filho

Orientador(es): Alessandro Vinícius Marques de Oliveira

Relator(es): Rogéria de Arantes Gomes Eller

Ano: 2015

Resumo:

O mercado de aviação civil é conhecido pela alta competitividade. A guerra de preços não permite o repasse ao consumidor dos altos custos operacionais relacionados com a atividade; o que gera curtas margens de lucros para os acionistas das empresas do setor. O estudo e minimização dos custos é de essencial importância neste contexto. O maior custo das companhias aéreas brasileiras é com combustível cerca de 36% ; cujo preço é extremamente volátil por se tratar de um derivado do petróleo. Para se protegerem dessas flutuações; as empresas aéreas utilizam políticas de hedge fazendo contratos no mercado de futuros. O presente Trabalho de Graduação busca compreender a relação entre os custos das duas maiores companhias aéreas brasileiras com o preço do querosene de aviação utilizando modelo econométrico de regressão linear. Os resultados encontrados mostram que a Gol possui custos com menor relação com o preço do QAV do que a TAM no período de 2001 a 2010.

Abstract:

The civil aviation market is known for its high competitiveness. The constant struggle to lower prices does not allow higher costs to be incremented to the final customer; which leaves short profit margins for stockholders of these companies. Therefore; studying and reducing these costs is of the essence in this context. The greatest cost of airline careers is fuel - around 36% -; whose price is extremely volatile. In order to be protected from these fluctuations; airline careers use fuel hedging through future market contracts; among other mechanisms. This work aims to study the relation between the fuel costs of the two biggest airline companies in Brazil with jetfuel price using econometric model. The results show the company Gol has costs less related to jetfuel than company TAM does withing the period from 2001 to 2010.