Divisão de Engenharia Civil Ano: 2013

(Turma 2013, TGs 2013)

Estudo de Viabilidade de Expansão de Infraestrutura: Modelos de Privatização, Investimento e Financiamento de Aeroportos (pdf 3,9 MB)

Autor: Elias Leal Lima

Orientador(es): Alessandro e Prof. Frederico Turolla - NECTAR

Relator(es): Rogéria

Ano: 2013

Resumo:

Esse trabalho de graduação tem como objetivo escolher o melhor modelo de gestão para os grandes aeroportos do Brasil, a partir do estudo dos modelos possíveis e das características do cenário brasileiro. A expansão aeroportuária brasileira tem estado na pauta do governo federal nos últimos anos, devido a crescente demanda por viagens aéreas e a necessidade de expansão da infraestrutura aeroportuária, principalmente com o aumento de renda dos últimos anos e com os eventos (Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016) que o país será sede. Como parte desse esforço, o governo federal, por meio da ANAC, realizou concessões públicas de 3 dos maiores aeroportos brasileiros: Guarulhos, Brasília e Viracopos, tirando da Infraero a responsabilidade de gestão, mas a deixando como minoritária nos contratos de longo-prazo. Havendo diversos outros modelos possíveis, alternativas devem ser consideradas e ponderadas por suas características, buscando adequá-las ao cenário brasileiro de desestatização de infraestrutura aeroportuária. Para isso, foi utilizado o método AHP (Analytic Hierarchy Process), aplicado com especialistas selecionados, para eleger o melhor modelo de gestão, baseando-se em critérios pré-estabelecidos. O modelo foi aplicado com representantes do setor governamental, companhias aéreas, operadores aeroportuários das concessões atuais, professores e pesquisadores universitários e consultores, para buscar o ponto de vista de cada um no processo decisório. Dos 28 especialistas acessados, 12 responderam a pesquisa (42,9%), 8 deles elegeram como melhor alternativa a concessão por longo-prazo, indo ao encontro dos programas governamentais de desestatização da infraestrutura aeroportuária.

Abstract:

This graduate work intends to choose the best management model for the largest airports in Brazil, by studying the existing models and the characteristics of the Brazilian scenario. The expansion of Brazilís airport system has been in the federal governmentís agenda for several years, mainly due to the upsurge in air traffic volume, the lack of airport capacity, the real growth in disposable income in the past years and the upcoming international events (2014 FIFAís World Cup and 2016 Olympic Games). To accomplish this objective, the federal government agreed to the concession of three major Brazilian airports: Guarulhos, Brasília and Viracopos, relinquishing its managing role, but remaining as a shareholder. The consideration of all possible models should be done and weighed using all their features, in order to better suit the most important airports. Therefore, to achieve this goal, the Analytic Hierarchy Process was put forth to some selected experts in order to elect the best management model, based on some predetermined criteria. Composing the list of participants were primarily officials from government, airline companies, airport operators, professors, researchers and specialized consultants, hence reaching various groups of stakeholders. Of all 28 contacted experts, 12 have answered the research (42,9%) and 8 of those have chosen the long-term concessions as the best option for Brazilian airports. This result was straightly aligned with the governmental program to privatize the Brazilian airport infrastructure to support the expansion needed.